Desejos

Desejos

Uma das queixas mais comuns é “minha vida está um saco, sem sal, parada…”

Costumo responder que “pior que parada é quando está andando de lado…”.

Há momentos em que precisamos dar uma parada, refletir, buscar inspiração, momentos em que “parar” é bom, mas é comum mantermos um relacionamento mais ou menos, um emprego legalzinho, uma vida pacata e aí estamos andando de lado.

Não estamos com raiva ou desesperados, somente insatisfeitos! Mas o que chateia mesmo é que não temos coragem de romper o relacionamento, buscar outro emprego, enfim… buscar a felicidade!

Há duas causas básicas para isto: a “zona de conforto” e a “falta de desejo”. Zona de conforto é o contexto em que vivemos. É aquilo e aqueles que vivem em torno de nós, é a vida que temos. Não é o que tínhamos planejado, mas é o que temos.

Essa é a questão: o que temos É EXATAMENTE o que planejamos! Desde o início você já sabia que aquele relacionamento mais ou menos seria assim. Quando você aceitou o emprego, já sabia que seria legalzinho. Resultado: a vida tá um saco…, mas, …Pô, péra aí, é melhor pingar do que secar!!! É verdade, não há como negar, mas está adequado para você? Você está feliz? Então, há duas alternativas: fica com a maioria “mais ou menos” (o que pode ser adequado) ou vai à luta (e como em qualquer luta, você pode ganhar ou perder).

O importante é que VOCÊ decida. Não é porque alguém quer que você seja ou tenha isso ou aquilo que você tem que aceitar. Também não é para fazer “raivinha” a alguém que você vai fazer ou ter isso ou aquilo. O que vale nesse mundo é VOCÊ. O mais importante no mundo é VOCÊ. Não se trata de ser “egocêntrico” (o que é isso, heim !!??) ou “egoísta”. O que realmente tem importância é sermos felizes porque aí ficaremos cercados de pessoas e coisas felizes e necessárias. As cracas vão embora e não precisaremos tomar remédios ou fazer análise…

A outra causa de insatisfação é falta de desejo e nós só desejamos o que não temos. Desejar e ambicionar é maravilhoso, necessário e não é pecado…

O desejo é o combustível que nos move em direção a felicidade, mas só é feliz quem deseja o adequado. TER e SER de forma adequada é a fórmula mágica que traz a felicidade. Sempre que o desejo nos torna arrogante, vaidoso e apegado a matéria, sem dúvida, é inadequado.

É importante que esse desejo seja genuinamente nosso. Podemos aceitar sugestões ou compartilhá-los, mas tem que ser nosso. E uma das piores coisas que existe é querer que o outro concretize os nossos desejos insatisfeitos, coisas do tipo “ele vai ter tudo o que eu não tive”, “se Deus quiser ela vai ser …”.

A coisa pega quando a zona de conforto impede a realização do desejo, já que qualquer rompimento é doloroso. É aí que surge a vidinha mais ou menos, fruto do conflito entre o real e o simbólico.

É importante ter sempre em mente que o outro não percebe o mundo como nós percebemos e que o outro não é aquilo que nós gostaríamos que fosse.

Para não complicar mais do que explicar, vou SUGERIR uma regra: sempre que alguém ou alguma coisa mexer contigo, pergunte-se, É ADEQUADO?

Dr. Antonio Carlos – Psicanalista

3045-6331   9965-3541

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



O sentido da vida

A busca da Felicidade

Vida sem sentido, semente que não germina

Presente no passado e talvez com futuro

Agora tá ruim, mas no futuro

Depressão

O Invisível Concreto

Quem sou EU

Romper ou manter o relacionamento?

Para que e por que fazer análise?

Por que ele fez isso ?

Receita para ser feliz

Entre o Corpo e o Espírito

Angústia

Para que fazer Análise?

Discutindo a relação

As lembranças

Opinião e Palpite

Você é quem gostaria de ser?

Quem ama o feio, bonito lhe parece.

Por que rejeitamos a felicidade?

Mãe e filho

Por que vejo o mundo assim?

Doenças

O lado secreto da vida

Solidão

Por que tenho isso, Doutor?

As diferenças

A Morte

Sensações ruins

Vontade, desejo e felicidade.

O que é Psicanálise

Felicidade – Isso existe?

A Bolsa de Valores de Chiawg-Xui

Saia do buraco

Ano Novo – Tudo Velho

O que você quer?

As cracas da nossa vida

A vida que escolhemos

A Importância da família

Desejos

Doenças Psicossomáticas

O que é Análise Psicanalítica? Para que serve? Como atua?

A Mudança e a Decisão

Por que sou assim ?

Esclarecimentos sobre o tratamento psicanalítico.

A dor e a Psicanálise

Vou ser feliz e já volto

O carcereiro e o encarcerado