O lado secreto da vida

O lado secreto da vida

Muitas coisas na essência e na forma de agir nos diferenciam dos animais, sendo uma das principais o raciocínio e o uso da razão, mas apesar do contínuo aprimoramento da nossa capacidade intelectual, impossível nos livrarmos da nossa porção animal, pois habitamos um corpo que tem necessidades inadiáveis e que sempre busca o prazer.

Essa dualidade – corpo e razão, algumas vezes acarreta conflitos intensos porque muitas normas sociais impõem sofrimento ao corpo, pois não admitem que “desejemos a mulher do próximo” e exigem que tenhamos “boa aparência”.

Somos racionais, habitando um corpo animal e sequer somos donos da própria razão, pois agimos impulsionados pelo inconsciente, que tem suas próprias motivações, pois armazena sensações e emoções escamoteadas ao longo da vida.

Através da razão percebemos, recordamos, julgamos, compreendemos e queremos, muitas vezes forçados por um comportamento que outros nos impõem, além do que grande parte da nossa vontade é impulsionada por motivos que não estão no nosso consciente.

O que resulta de toda essa confusão são conflitos psíquicos que denominamos por exemplo, como depressão, ansiedade e angústia, que se materializam em comportamentos que negam o próprio corpo ou o agridem, como comer, beber e se boicotar.

Muitas vezes quando o conflito se torna incontrolável, o inconsciente age como se fosse um chicote fustigando o corpo: manchas aparecem, o cabelo cai, o estômago queima e outras coisas mais.

O grande lance é que esses conflitos que atormentam a existência e castigam o corpo, sempre estão no passado e na realidade só são importantes porque assim os vemos e já não são essenciais para nossa vida, tanto que estão no passado.

Mas algo nos aprisiona a eles e muitas vezes sequer conseguimos identificá-los. Muitas condutas nos auxiliam a conviver com esse passado, mas somente ao percebê-lo, teremos alívio. A questão que deve ser enfrentada e que permitirá resolver tais conflitos é entender o porquê de não nos livramos desse passado, porquê insistimos em viver aprisionados a ele.

É como se você tivesse um caco de vidro no pé. Pode passar a vida tomando anti-inflamatório ou arrancá-lo de lá.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Agora tá ruim, mas no futuro

Depressão

O Invisível Concreto

Quem sou EU

Romper ou manter o relacionamento?

Para que e por que fazer análise?

Por que ele fez isso ?

Receita para ser feliz

Entre o Corpo e o Espírito

Angústia

Para que fazer Análise?

Discutindo a relação

As lembranças

Opinião e Palpite

Você é quem gostaria de ser?

Quem ama o feio, bonito lhe parece.

Por que rejeitamos a felicidade?

Mãe e filho

Por que vejo o mundo assim?

Doenças

O lado secreto da vida

Solidão

Por que tenho isso, Doutor?

As diferenças

A Morte

Sensações ruins

Vontade, desejo e felicidade.

O que é Psicanálise

Felicidade – Isso existe?

A Bolsa de Valores de Chiawg-Xui

Saia do buraco

Ano Novo – Tudo Velho

O que você quer?

As cracas da nossa vida

A vida que escolhemos

A Importância da família

Desejos

Doenças Psicossomáticas

O que é Análise Psicanalítica? Para que serve? Como atua?

A Mudança e a Decisão

Por que sou assim ?

Esclarecimentos sobre o tratamento psicanalítico.

A dor e a Psicanálise

Vou ser feliz e já volto

O carcereiro e o encarcerado