Vontade, desejo e felicidade.

Vontade, desejo e felicidade.

É universal a vontade de ter alguma coisa e o desejo de ser feliz. Todos querem alguma coisa, em especial, ser feliz. Por que somente alguns conseguem ter o que desejam e muito poucos são felizes? Porque não sabemos diferenciar vontade e desejo; porque no íntimo não temos certeza do que queremos, e o mais importante, não sabemos o que é felicidade. Se eu não sei o que quero e muito menos como tê-lo, é óbvio que nunca terei !

Vontade é ir visitar àquela tia-avó no interior; desejo é ter novamente aquilo que perdi e felicidade é amar o que tenho.

Vontade, diz o ditado, dá e passa. Temos muitas vontades: de emagrecer, ter um emprego estável, deixar o vício, etc., MAS não fazemos NADA para conseguir o que queremos porque temos PRAZER na condição que desfrutamos. Você até discursa em contrário, mas…

Só desejamos o que já tivemos e perdemos. Como já vivenciamos aquela sensação, a perda nos causa dor, mas essa dor nos motiva e também torna claro e forte o nosso desejo.

Felicidade !!?? Todos querem, mas mesmo os que dizem que tem, não sabem dizer O QUE É e COMO CONSEGUIR. A minha indicação segue os ensinamentos de Freud: É FELIZ QUEM NÃO É INFELIZ.

Identifique o que te causa mal estar. É o teu emprego? Mas “o quê” do emprego? O salário, o chefe, a função ou a distância da tua casa? Você pode chegar à conclusão de que o emprego é bom, mas que você “mora mal”.

Agora que você já identificou o que realmente te causa mal estar, SE DETERMINE a modificar o SEU OLHAR sobre o “problema”. Aquela casa que te causa tristeza porque lá morreram seus pais, É SÓ uma casa. Você é que mantém seus pais mortos, lá dentro.

Bem… a causa da infelicidade já está identificada e no seu real tamanho. Basta colocá-la no seu devido lugar (geralmente é no passado). Atribuir a importância que ela tem (normalmente quase nenhuma) e por consequência, SER FELIZ através do SEU OLHAR: um fusca 66 pode ser um carro velho ou uma preciosidade !!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Agora tá ruim, mas no futuro

Depressão

O Invisível Concreto

Quem sou EU

Romper ou manter o relacionamento?

Para que e por que fazer análise?

Por que ele fez isso ?

Receita para ser feliz

Entre o Corpo e o Espírito

Angústia

Para que fazer Análise?

Discutindo a relação

As lembranças

Opinião e Palpite

Você é quem gostaria de ser?

Quem ama o feio, bonito lhe parece.

Por que rejeitamos a felicidade?

Mãe e filho

Por que vejo o mundo assim?

Doenças

O lado secreto da vida

Solidão

Por que tenho isso, Doutor?

As diferenças

A Morte

Sensações ruins

Vontade, desejo e felicidade.

O que é Psicanálise

Felicidade – Isso existe?

A Bolsa de Valores de Chiawg-Xui

Saia do buraco

Ano Novo – Tudo Velho

O que você quer?

As cracas da nossa vida

A vida que escolhemos

A Importância da família

Desejos

Doenças Psicossomáticas

O que é Análise Psicanalítica? Para que serve? Como atua?

A Mudança e a Decisão

Por que sou assim ?

Esclarecimentos sobre o tratamento psicanalítico.

A dor e a Psicanálise

Vou ser feliz e já volto

O carcereiro e o encarcerado